segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Edição 56 nas bancas!

A revista Sentidos edição 56 está nas bancas!!

Em nossa capa a atriz Alinne Moraes conta como é seu papel de uma jovem que adiquiriu a deficiência após um acidente, mas essa história é a realidade de Flávia, Marco e Fábio, que são nossos entrevistados da matéria principal. Eles revelam os sentimentos que sentem logo após a notícia da tetraplegia e como fizeram para dar a volta por cima.

Fábio e sua esposa Tatiane juntaram forças para vencerem as dificuldades

Outra matéria emocionante é a de Lazer e Cultura. Mais de 8 mil jovens foram ao parque de diversão Hopi Hare e espalharam alegrias, o texto da revista transparece a emoção de crianças e adolescentes com deficiência.
Crédito: Raphael Bathe








Para os aventureiros internautas, a revista traz uma breve explicação sobre Devotees, pessoas que sentem atração sexual pela deficiência de outras. Algo que se deve conhecer para não cair em ciladas.

Essas e outras reportagens você encontra na revista Sentidos. Corra e compre a sua nas bancas!!

5 comentários:

Construtores de Cidadania disse...

Se não fosse possivel observar que o homem supera seus limites, estariamos estagnados vendo apenas a vida passar. Todas essas fotos, sorrisos,pessoas fazendo coisas comuns, sobrepõe a locura de quem pratica a exclusão. Fora com a loucura e tratamento já para os praticantes da exclusão e do preconceito.

Fєliρє Dαиiєl disse...

Muito bonito as fotos, principalmente a dos dois cadeirantes conversando. Clique nela para aumentar o tamanho, muito boa!

Sou deficiente. Sofri um acidente em 01/2006. Já fiquei internado varias vezes no Sarah. Hoje ando de bengala canadense e estou no 7º período de ADM.

Acho interessante comentar minha historia pois muitos provavelmente estejam desanimados e venho aqui dizer a eles que SÓ DEPENDEM DELAS MESMAS.

Lógico, ficara seqüelas. Mas e dai? Quando vocês caiaram de bicicleta não deixou cicatriz? E você se importou com isso? NÃO. Levantou e foi brincar rindo do tombo.

Faça o mesmo e seja feliz como conseguir! =]

Hoje dirijo(sozinho.), faço faculdade(7* período), trabalho(tecnologia da informação), namoro(3anos e conheci ela depois do acidente), saiu, boates, shows, etc.

Enfim, tudo que fazia antes mas de modo diferente.

Pensamento positivo e muita fisioterapia!

Abs

Luiz Antonio da Graça Ottati Junior disse...

A Revista " Sentidos " sempre aliando informação com emoção. Conhecer a diversidade físio-sistêmica em humanos não deve ser apenas um comportamento dispertado por curiosidade individual ou aleatória, é também um dever social.
Muito agradecido a toda equipe deste conceituado meio de comunicação.

Flávio disse...

Olá como vão,já colocamos a edição revista nosso site.Abraços Flávio peralta
www.amputadosvencedores.com.br

Eduardo Camara disse...

Chato é o Hopi Hari promover esse evento e ser praticamente inacessível para cadeirantes por PURA FALTA DE VONTADE. Vergonha total...